A nossa história

O início

O Restaurante Dom Duarte foi fundado em 1992. Um ano depois de os donos terem um dos seus filhos na Suiça, resolveram fazer uma mudança na vida deles e voltar para Portugal.

Inicialmente começou por ser restaurante e café com acesso a uma sala de jogos. Alguns anos mais tarde, o proprietário resolveu focar-se apenas na área da restauração a 100%, fechando a sala de jogos e tornando todo o espaço em restaurante.

O proprietário, o Sr. Amilcar, para muitos conhecido como Sr. Duarte, pessoa humilde e trabalhadora, que nos seus tempos de jovem guardava ovelhas pelos terrenos de Fátima. Após ter emigrado, o Sr. Amilcar sempre sonhou um dia voltar às suas origens para abrir o seu próprio negócio.

Porquê escolher o Restaurante Dom Duarte?

Gosta de bacalhau? Sem dúvida que falar do restaurante e não falar do prato mais vendido em todo o ano não seria possível! O Bacalhau à Casa, que consiste num prato de bacalhau frito com cebolada e batatas fritas às rodelas, é referido no guia turístico de França “Le Routard” tornando-se num dos pratos com mais pedidos. Em dias de grande movimento este restaurante é capaz de servir cerca de 60 pratos de Bacalhau à Casa!

O Restaurante Dom Duarte tem igualmente pratos do dia diferentes todos os dias do ano. Sem dúvida que o Dom Duarte não é só um restaurante frequentado por pessoas de fora, mas também por habitantes locais, e muito se deve ao facto de ter todos os dias sopas diferentes, bem como pratos de peixe e carne. O grande ponto forte do restaurante são os grelhados, e todos os dias há grelhados suculentos e prontos a servir.

O Restaurante Dom Duarte possui também uma Garrafeira excecional e carta de Gins variada. O filho do proprietário gosta de inovar, e desde cedo acompanhou a tendências e novidades do mercado. Como tal, no Dom Duarte o difícil será escolher! Existe uma grande variedade desde os gins mais frutados até aos mais cítrico. No que diz respeito à garrafeira também a escolha não é fácil e vinhos de todas as regiões de Portugal não faltam.